MARX NEGRO

Questão racial é o tema de debate de novembro que integra ciclo sobre passado, presente e futuro do pensamento de Marx

 

O debate acontece em São Paulo

MARX NEGRO

É possível pensar o racismo na ótica do marxismo? De que maneira o movimento antirracista e a luta de classes podem caminhar juntas? Como a chave do racismo pode se inserir no pensamento marxista? Essas questões e muitas outras serão discutidas no encontro de novembro do ciclo de debates Diálogos com Marx, que acontece às 19h na Tapera Taperá (Galeria Metrópole Av. São Luís, 187 – Centro Loja 29, 2º andar São Paulo – SP)terça-feira dia 13 e contará com a participação de Silvio Luiz de Almeida, Juliana Borges e Marcio Farias, com mediação deJoice Berth.

Organizado no ano do bicentenário de nascimento de Karl Marx, com o objetivo de discutir a relação entre o pensamento de Marx, o marxismo e temas contemporâneos, o ciclo Diálogos com Marx promove encontros mensais entre abril e dezembro de 2018. O projeto é realizado em parceria entre a editora Boitempo, o Goethe-Institut São Paulo, a Fundação Friedrich Ebert – Brasil, a Tapera Taperá e a CartaCapital.

 

DIRETORIA DA API

ASSOCIAÇÃO PARAIBANA DE IMPRENSA TEM NOVA DIRETORIA

Presidente da API conclama para UNIDADE na categoria.
Em clima de unidade, a nova diretoria da Associação Paraibana de Imprensa – API – assume a entidade para o triênio 2018/2021. Em solenidade embalada pelos versos do repentista/poeta Oliveira de Panelas, presidente da entidade, João Pinto declarou: ” Sou agora o presidente de todos e faço aqui a convocação que nos unamos para uma API Unida, Sempre, forte e representativa de todos os profissionais de imprensa da Paraíba”. A festa de posse nesta sexta-feira, 09, foi realizada na sede da OAB na capital paraibana.
A solenidade foi prestigiada por profissionais de imprensa da Capital e representações de cidades do interior do Estado, autoridades e convidados. Durante o evento de posse da nova diretoria da API foi realizado o lançamento do livro “Relatos de um Repórter”, do jornalista Josélio Carneiro.
A nova diretoria tem composição estadual, com destaque para as cidades de Cajazeiras, Sousa e Patos; confira os novos integrantes da direção da Associação Paraibana de Imprensa:
JOÃO PINTO – Presidente
SONY LACERDA – Vice-Presidente
CRISTIANO MACHADO – Secretário Geral
EDMILSON PEREIRA – Tesoureiro
DIRETORIAS
MESSINA PALMEIRA – Diretor Social
CARLOS ARANHA – Diretor de Cultura
JOANILDO MENDES – Diretor de Assuntos Políticos
MARCUS WERIC – Diretor de Comunicação Social
SUPLENTES DE DIRETORIA
01 – JOELMA ALVES
02 – VANDERLAN FARIAS
03 – GIL FIGUEIREDO
DIRETORIA DE BASE
CAMPINA GRANDE – ASTROGILDO PEREIRA
SOUSA – LEVI DANTAS
CAJAZEIRAS – PETSON SANTOS
CONSELHO DELIBERATIVO
1- ANTONIO COSTA
2- NENA MARTINS
3- PADRE ALBENI
4- DAMIÃO LUCENA
5- JOSÉ EUFLAVIO
6- NALDO SILVA
7- GEOVALDO CARVALHO
8- MANELITO FREIRE
9- CLEANE COSTA
CONSELHO FISCAL
1 – JACKSON BANDEIRA
2 – ANTÔNIO VICENTE FILHO
3 – FERNANDO BRAZ
SUPLENTES
1 – DJANE BARROS
2 – JOSÉ VALDEZ
3- TERESA DUARTE

JUVENTUDE E SAÚDE

1ª Conferência Nacional Livre de Juventude e Saúde 

 

O Brasil vive hoje em um contexto de retrocessos políticos, sociais, educacionais e de saúde, que ameaça diretamente o futuro dos jovens de todo o nosso país. Por isso, a juventude brasileira se organiza para a realização da 1ª Conferência Nacional Livre de Juventude e Saúde (1ªCNLJS). O evento, organizado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), será realizado nos dias 16, 17 e 18 de novembro de 2018, na Universidade de Brasília (UNB). A Universidade Federal da Paraíba terá cerca de 15 jovens/estudantes que irão participar da Conferência.

O tema da conferência será “Democracia e Saúde: saúde como direito e consolidação e financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS)”, e deverá abordar os mesmos eixos temáticos da 16ª Conferência, sendo: Saúde das Pessoas com Deficiência; Assistência Farmacêutica e Ciência e Tecnologia; Saúde Bucal; Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora; Saúde Mental; Saúde da População Negra; Recursos Humanos e Relações de Trabalho e Orçamento e Financiamento.

Durante a Conferência haverá uma RODA DE CONVERSA sobre RÁDIO E SAÚDE – uma discussão sobre a capacitação de jovens para produção radiofônicas nas comunidades.

http://conselho.saude.gov.br/juventude/

PICÃOZINHO NA PARAHYBA

Parahyba amplia negócios no  Mercosul durante Festival de Turismo de Gramado

A Paraíba terá uma atuação de destaque na 30ª edição do Festuris Gramado – Feira Internacional de Turismo, considerada uma das maiores e proativas feiras de turismo brasileiro. O evento tem início nesta quinta-feira (8) e segue até o sábado (11), na Serra Gaúcha. O Destino Paraíba estará próximo da Argentina, um dos principais mercados emissores de turistas internacionais e com perspectiva de ampliar o número de turistas de outros países do Mercosul, como Uruguai, Chile e Paraguai.

 

O espaço da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) ficará dentro do estande do Ministério do Turismo (Mtur), que compreenderá uma área de 350 metros quadrados, ao lado dos principais destinos brasileiros, o que levará os olhos dos cerca de 10 mil profissionais de turismo de todo o mundo a ficarem atentos às novidades que serão apresentadas para o período de alta estação. “Iremos apresentar os nossos roteiros mais fortes de sol e mar, sem esquecer do turismo de aventura e gastronômico que pode ser feito no interior paraibano”, afirmou Ruth Avelino, presidente da PBTur.

CENTRO HISTÓRICO DA CAPITAL PARAIBANA.

CENTRO HISTÓRICO DA CAPITAL PARAIBANA.

 

De acordo com a executiva paraibana, o Festuris Gramado é fundamental também para manter o Destino Paraíba na prateleira das operadoras da Argentina e ampliar ainda mais a presença dos turistas na Paraíba. Após o incremento do voo direto entre Buenos Aires e João Pessoa, operado pela Gol Linhas Aéreas desde julho do ano passado, o número de argentinos na capital paraibana é superior ao de outros países, com um crescimento superior a 300%.

 

Em 2018, segundo Ruth Avelino, houve um esforço muito grande por parte do Governo do Estado, sempre em parceria com a iniciativa privada, para trabalhar com as principais operadoras de turismo da Argentina, com a promoção de capacitações e famtours. “Trouxemos para a Paraíba mais de 50 agentes de viagens ligados às mais influentes operadoras argentinas e a expectativa é bastante otimista quanto ao retorno desse investimento”, apontou a executiva da estatal de turismo.

 

Afora o mercado internacional, a presidente da PBTur aposta no mercado interno, com investimento em capacitação e divulgação em destinos como Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília e Goiânia. “Precisamos estar sempre atentos ao mercado local. São os estados os indicadores de emissão de turistas importantes para a Paraíba, em especial, São Paulo, e precisamos estar frequentemente próximos e investindo em promoção”, pontuou Ruth Avelino.

 

O estande do Ministério do Turismo no Festuris Gramado representa hoje a maior presença dentro da feira, que contará com mais de 2 mil marcas e cerca de 65 destinos internacionais em exposição. O Ministério do Turismo trará para dentro da feira o Espaço MTur: um estúdio voltado para que personalidades do turismo concedam entrevistas e depoimentos, expondo de cases de sucesso dentro da temática, a exemplo do que foi feito na ABAV Expo 2018. Uma oportunidade de troca de conhecimento e aprendizagem.

 

FOTOS – CACIO MURILO

FLYER RÁDIOS21

AUMENTO DE POTÊNCIA DAS RÁDIOS COMUNITÁRIAS EM VOTAÇÃO NA CÂMARA

O cidadão deve votar para garantir a melhoria dos serviços comunitários de comunicação

 

A Câmara dos Deputados começa a discutir o PL. 10.637/18 que trata do aumento de potência dos transmissores de Rádio Comunitária para 150 watts e 2 canais por municípios – luta antiga da ABRAÇO  (Associação das Rádios Comunitárias). Esse Projeto de Lei  já  foi aprovado pelo plenário  do senado por unanimidade. Agora está na Câmara e precisa da sua participação. A proposta será discutida nas Comissões de Ciência Tecnologia e Informática e depois na Comissão de Constituição e Justiça.

Valdeci Borges, dirigente da ABRAÇO

Valdeci Borges, dirigente da ABRAÇO

Valdeci Borges, dirigente da ABRAÇO, diz que o cidadão e cidadã, pode começar a dar sua opinião sobre o assunto na Câmara dos Deputados – acessando:         “Na verdade esse projeto em sendo aprovado fará justiça com as quase 5 mil rádios comunitárias no Brasil que que se mantém com muita dificuldade e é na grande  maioria das cidades brasileiras a única emissora de rádio,  único meio e comunicação”, diz Valdeci Borges.

ACESSE E VOTE:

https://forms.camara.leg.br/ex/enquetes/2182042

 

 

O movimento de Rádios Comunitárias no Brasil, defende o aumento da potência das emissoras, para que possam ter cobertura do sinal na totalidade dos municípios onde prestam serviços. Valdeci Borges, diz ainda que, hoje: “ As emissoras comunitárias operam  com apenas 25 Watts de potência,  chega a ser uma aberração pois essa potência na maioria dos municípios não dá para fazer com que a rádio não seja ouvida por parte  dos moradores da cidade.

 

SUGESTÃO DE CAPACITAÇÃO PARA MELHORAR A PERFORMANCE DA SUA RÁDIO:

OFICINA RÁDIO 2018-1

 

 

BLA BLA BLA

COMENTARISTA DE MERDA

BLA BLA BLA

 

O brasileiro é, por natureza, um especialista. Ele é especialista em tudo sem nunca ter lido um parágrafo sobre nada. Quando eu tinha bom humor, eu admirava a capacidade do brasileiro dar pitaco em assuntos que ele não dominava, pensava até ser uma questão de inteligência.

O amadurecimento e amargor da experiência me fizeram mudar completamente a visão. Hoje, penso ser uma questão de desrespeito, ignorância e soberba. Um bom acordo seria deixar o brasileiro dando aula somente sobre futebol. Falar de corrida espacial, déficit público e genoma humano me parecem um pouco exagerado. De preferência, deveríamos estabelecer a regra de que é proibido receber qualquer remuneração para comentar futebol. É uma questão de justiça.

Eu me esforço muito para não ouvir nem um comentarista de futebol. Não vejo razão para ouvir quem sabe menos ou o mesmo tanto que eu e recebe por isso, mas, em ano de copa do mundo, a gente acaba sendo traído por uma ou outra fala.

Recordo-me do dia em que vi um comentarista desmerecer a condição do Marcelo ser capitão da seleção brasileira pelo fato dele ser muito “espiroqueta”. Prontamente, o colega de bancada questionou afirmando que o comentário era exagerado, desproporcional e que poderia levar a má interpretação por parte dos telespectadores.

Depois de 5 minutos conversando, os dois comentaristas chegaram num acordo de que na verdade o Marcelo era “espirocado” e não “espiroqueta” e que, mesmo com o perfil melhor definido, não deveria ganhar a faixa de capitão.

A riqueza desse debate me trouxe uma analogia que penso ser merecedora desse texto. Percebi que desde que minha filha nasceu, eu e minha esposa somos verdadeiros comentaristas de merda e que nossos comentários sobre o cocô da nossa filha são tão vazios quanto os dos analistas de futebol:

– Como estava o cocô hoje cedo?

– Estava bom, mas poderia ter sido melhor.

Ou

– Você acha que ela poderia ter feito mais cocô hoje?

– Sem dúvida, ela tem potencial para fazer mais. Resta saber qual a razão para o baixo desempenho de hoje.

Aguardo convite das emissoras que se interessem pelo assunto.

 

VISITE O BLOG DO ROMERO ARRUDA

https://romeroarruda.com/

ROMERO ARRUDA ADVOGADO

Romero Arruda é advogado, trabalha com consultoria patrimonial e cultiva este espaço para expor narrativas cotidianas.

 

LAERTE JÚNIOR

FPF em boas mãos

Conheça o jeito da nova direção da FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTEBOL

 

João Bosco Luz, advogado atuante é respeitado em Goiânia, foi presidente no começo desta década do meu Goiás Esporte Clube. E foi um bom presidente. Aliás, o último comandante do Verdão a dar alegria ao torcedor, pois foi campeão da série-B do Brasileirão, devolvendo o time à Serie-A. Depois dele o Goiás despencou ladeira abaixo e está até hoje da segunda divisão. João Bosco é um dos advogados que mais conhecem a legislação esportiva. Se especializou nessa área. Acredito que pra comandar a Federação Paraibana de futebol, envolvida em um festival de maracutaias, é um bom nome.

Não sei se na Paraíba tem algum dirigente com as mãos limpas pra assumir a FPF. Seria melhor alguém de casa. Mas acredito que das pessoas além fronteira o João Bosco é um dos bons nomes. Sério, ponderado, aberto ao diálogo e um profundo conhecedor do futebol, seus bastidores e suas leis. O futebol da Paraíba ganha com o interventor goiano. Que fique claro que sou contra intervenções, mas na atual situação da FPF é necessária até que haja eleição. Estamos prestes a ver um time alagoano, o CSA, subir pra serie-A do Brasileirão. Por que não um time da Paraiba ? Se Alagoas consegue a Paraíba também pode.

Pra isso acontecer é preciso organizar melhor o futebol no estado. As irregularidades cometidas nos últimos anos que fiquem no passado e os culpados punidos. Os clubes paraibanos precisam se fortalecer, profissionalizar e ganhar espaço no Brasil. A última vez que estive em João Pessoa, há 1 ano e meio, procurei nas lojas uma camisa do Auto Esporte e não achei. Só tinha do Botafogo e do 13. Um futebol competitivo se faz com clubes fortes, com rivalidade e crescimento da torcida.

Quem sabe com uma Federação forte e honesta o futebol da Paraíba volte a crescer e ser visualizado positivamente no cenário nacional. E o dr. João Bosco pode ajudar. É um bom nome sim pra dar uma cara nova à Federação e ao futebol da Paraíba. Torço pra que ele tenha sucesso, arrume o que está estragado e recoloque o futebol paraibano em seu devido lugar.

LAERTE JÚNIOR

Laerte Júnior é jornalista e radialista em Goiânia-GO

DALMO E LUIZ2

DALMO QUER DEFENDER A POPULAÇÃO NEGRA NA ALPB

 

O jornalista Dalmo Oliveira confirmou sua candidatura a deputado estadual, durante a convenção realizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), na sede da legenda, em João Pessoa.  “Estamos prontos para defender os direitos da população negra paraibana, o legado deixado pelos Presidentes Lula e  Dilma e para ajudar as forças mais progressistas a ganharem o pleito de outubro”, declarou o jornalista logo após a homologação do seu nome.

 

Dalmo e Luiz Couto

Dalmo e Luiz Couto

“Estamos recebendo os primeiros convites para visitar os companheiros e companheiras das bases nas cidades do interior do estado”, informou Dalmo. Ela disse ainda disse que com as candidaturas de Luiz Couto ao Senado e de Frei Anastácio para a Câmara Federal, os cenários de conquista de votos foi bastantes alterado dentro das hostes do próprio PT. “Anastácio é um antigo parceiro nosso, mesmo quando ainda não éramos filiados ao PT. Sempre acompanhei e apoiei sua luta na Comissão Pastoral da Terra (CPT), desde o início dos anos 90. Luiz Couto, antes de se tornar parlamentar, já nos orientava e apoiava enquanto diretor do CCHLA, no Campus I da UFPB, onde iniciei minha militância social no Movimento Estudantil. Nossa estrada é longa e antiga e nossos caminhos têm se cruzado desde então”, comentou.

Dalmo Oliveira disse ainda que pretende fazer uma campanha realista, sem invadir os espaços de demais companheiros e companheiras do PT e dos partidos de esquerda. “Estamos disponíveis para dialogar com todos os segmentos, mas temos foco. Não acreditamos em política de ‘currais eleitorais’, mas na vontade soberana dos indivíduos e de suas organizações civis. Como sindicalista, sabemos a importância dos sindicatos nesse momento. Sabemos que as ONGs também podem fazer a diferença. Queremos oferecer mais uma opção de voto aos paraibanos e paraibanas. Temos consciência do nosso papel e podemos ajudar a mudar o atual quadro social, para que o Estado priorize políticas públicas para atender as urgências sociais do nosso povo mais carente”, disse o jornalista.

Prefeitura vai incentivar COOPERATIVA para catadores

PREFEITURA TROCA LIXO POR COMIDA

Em Jandaia no estado de Goiás, distante 120km de Goiânia,  a Prefeitura criou um programa para incentivar a reciclagem de lixo e a preservação do meio ambiente, reduzindo a quantidade de lixo reciclável no lixão. Os  Moradores trocam lixo reciclável por frutas e verduras e preservam o meio ambiente.  A ideia deu certo e pode ser seguida por outras prefeituras.

CONFIRA A REPORTAGEM DE MARCOS BARBOSA:

 

https://www.youtube.com/watch?v=eo3XiFRI1uc&feature=youtu.be

Trabalhadores e trabalhadoras discutem reforma agrária em BH

CONTAG, INCRA E TRABALHADORES DISCUTEM PROBLEMAS DA REFORMA AGRÁRIA EM MG

Trabalhadores e trabalhadoras discutem reforma agrária em BH

Trabalhadores e trabalhadoras discutem reforma agrária em BH

 

Trabalhadores e trabalhadoras rurais de Minas Gerais, participam até dia 07 de agosto, em Belo Horizonte, do Encontro Estadual de Reforma Agrária. O encontro é realizado pela secretaria de política agrária da CONTAG – Confederação Nacional do Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agriculturas Familiares. Segundo Elias Borges, diretor da CONTAG, os agricultores familiares e trabalhadores acampados, estão discutindo a política de reforma agrária para o estado. “O processo de aquisição de áreas e desapropriação para reforma agrária, está parado, e precisamos avançar nessa política pública para avançarmos na produção de alimentos”, destaca Elias Borges, diretor da CONTAG.

Lideranças sindicais querem solução do INCRA para reforma agrária

Lideranças sindicais querem solução do INCRA para reforma agrária

O encontro  tem participação de mais de 60 lideranças sindicais do estado de Minas. Os participantes querem  soluções da direção  do Incra do estado e o Incra nacional.  Ewerton  Giovanni, Diretor de Desenvolvimento, Érico Goulart, representante da Diretoria de Obtenção e Cláudio Braga, representante da Ouvidoria Agrária Nacional, estão discutindo com  a direção da CONTAG e os trabalhadores, as soluções agrárias do estado.

 

CONTATO PARA MAIS INFORMAÇÕES – 61 98143-0019

LOCAL DO ENCONTRO – Centro de Estudos Sindicais da FETAEMG –Rua Cissus, 15 Bairro Juliana – Belo Horizonte – MG

CONFIRA como foi o encontro da REFORMA AGRÁRIA EM GOIÁS:

 

1 2 3 22