UFRN promove curso gratuito sobre COVID-19.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN, vai desenvolver uma atividade de auto-aprendizagem e aberto ao público e sem prazos para conclusão.

Caso queiram fazer curso sobre Covid-19 e outras enfermidades respiratórias, Segue o curso do AVASUS. O sistema também oferece outros cursos abertos e gratuitos na mesma plataforma.

Acesse https://avasus.ufrn.br/local/avasplugin/cursos/curso.php?id=320

Sobre o curso

Os coronavírus são uma grande família de vírus que causam doenças que variam desde o resfriado comum até doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

Um novo coronavírus (COVID-19) foi identificado em 2019 em Wuhan, China. Este é um novo coronavírus que não havia sido identificado anteriormente em humanos.

Este curso fornece uma introdução geral ao COVID-19 e vírus respiratórios emergentes. O curso destina-se aos profissionais de saúde pública, gerentes de incidentes e pessoas que trabalham para as Nações Unidas, organizações internacionais e ONGs, além da população em geral.

#JuntosPeloSUS

PÔR DO SOL LITERÁRIO com PERFORMANCE, GASTRONOMIA, POESIA E MUITA ENERGIA

 

O lançamento do  Livro “Acendedor de relâmpagos”, de Políbio Alves é dos momentos  do “PÔR DO SOL LITERÁRIO”, na Academia Paraibana de Letras na capital da Parahyba. A performance musical, inspirada no mestre Sivuca e as homenagens aos talentos da literatura, tudo isso na sede da APL, nesta quinta-feira, 13, começando às 17h30. Confira a programação:

PROGRAMAÇÃO PÔR DO SOL LITERÁRIOEndereçoR. Duque de Caxias, 37 – Centro, João Pessoa – PB, 58010-820

CEARTE PB faz evento para o despertar das ARTES

Evento convida público para experimentar diversas áreas artísticas do Cearte

CEARTE PB

O Centro Estadual de Arte (Cearte) promove entre os dias 12 e 13 de fevereiro o Cearte Aberto. O evento visa proporcionar aos visitantes interação com as áreas de ensino ofertadas pelo Centro: Dança, Música, Teatro, Audiovisual, Literatura, Artes Visuais e Musicalização Infantil.

A intenção do Cearte Aberto é possibilitar um primeiro contato com as artes, além de entender como ela pode auxiliar no desenvolvimento pessoal e possibilitar uma vida mais saudável e integral. E aqueles que já conhecem alguma dessas linguagens artísticas possam entrar em contato com outras. Todos poderão também esclarecer dúvidas diretamente com os professores e perceber onde melhor se encaixam.

Durante os dois dias do Cearte Aberto, o Centro funcionará das 8h30 às 11h30 e  das 13h30 às 16h30. Cada área terá um espaço específico, onde professores darão explicações básicas sobre a abrangência da Arte e que tipos de cursos são oferecidos no Cearte. Após isso, os visitantes poderão ter uma rápida experiência com a linguagem artística.

Experiências
Em Audiovisual serão exibidos cinco curtas metragens, haverá a oportunidade de discutir sobre como os curtas foram produzidos, gravar depoimentos e ver exposição de figurino criados pelos alunos.

Com a Dança, os visitantes terão acesso a uma vivência com dança de salão, contemporânea, popular, educação somática e Canguru – esta última voltada para pais e bebês. A experiência deve durar cerca de 30 minutos.

Em Literatura, haverá uma conversa sobre os gêneros poesia e prosa, com contação de história, análise de poesia e um exercício prático.

Na área da Música a ideia é que os visitantes sejam recebidos com improvisação conjunta, de instrumentistas e canto. Poderão tirar dúvidas sobre como funcionam os instrumentos e participar. No Teatro, os professores farão uma roda de conversa, e depois serão propostos jogos teatrais curtos, de cinco a dez minutos com os presentes. A ideia é comtemplar todas as faixas etárias.

Artes visuais pretende fazer uma prática em conjunta de modelagem, pintura e cerâmica, apresentar relatos de ex-alunos. Está prevista a explicação do processo fotográfico e a prática. Os professores também apresentarão alguns dos seus próprios trabalho.

A Musicalização infantil apresentará um curta sobre a proposta, e fará exposição de livros, CDs de músicas infantis e fantoches usados nas aulas. A atividade deve acontecer de acordo com a chegada do público, com uma canção de entrada, música com percussão corporal e prática instrumental com os instrumentos que estarão expostos durante toda a vivência.

Valores:
Para fazer os cursos livres, os alunos devem realizar uma contribuição única, para o Cearte, de R$ 130,00. Alunos da rede pública e o servidor público que recebe uma remuneração bruta de até dois salários mínimos, mediante apresentação de comprovante de renda, contribui com apenas R$ 60,00. Já para o projeto Canguru, a contribuição, também única, é de R$ 150,00. Há cota de quatro vagas para beneficiários de Bolsa Família.

Nos cursos livres têm direito à gratuidade os beneficiários do Bolsa Família, mediante comprovação, e pessoas com deficiência. Há cotas limitadas por turmas. Vale ressaltar que o Cearte é uma Escola de Arte e se configura como um centro de formação com oferta de cursos livres e de extensão.

O Cearte mantêm inscrições abertas para 69 cursos em suas seis linguagens artísticas para o período 2020.1. As turmas são divididas nas unidades do Centro e da Escola de Dança, que fica no Espaço Cultural, em João Pessoa. As inscrições poderão ser feitas até o fim de fevereiro, de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h, apenas na sede do Cearte, no Centro de João Pessoa. As aulas começam dia 27.
SEDE CEARTEprédio do CEARTE no centro da Parahyba
Serviço:
Cearte Aberto
Entrada Franca

FONTE – SECOM PB

 

A EDUCAÇÃO E A ESQUERDA: O LIVRO

MINHA DICA:

CAPA LIVRO

A Boitempo lançará neste mês uma coletânea de ensaios de esquerda sobre educação . Educação contra barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar trará ensaios sobre temas como revisionismo histórico, experiência de educação popular, financiamento do ensino público, dilemas da educação à distância e a controversa “ideologia de gênero”.

Organizado pelo especialista em políticas públicas de educação Fernando Cássio, o livro inclui textos de bell hooks, Sônia Guajajara e Daniel Cara, entre outros.

O livro tem prólogo de Fernando Haddad e texto de capa de Mario Sergio Cortella.

 

https://www.boitempoeditorial.com.br/

 

Estadual de Goiás abre inscrições para o Vestibular

 

Candidatos têm até o dia 25/04 para realizar a inscrição

 

O Núcleo de Seleção (NS) da Universidade Estadual de Goiás (UEG) informa que estão abertas as inscrições para o Vestibular 2019/2.

EDITAL VESTIBULAR UEG_page-0001

As inscrições vão até o dia 25/04, no site www.estudeconosco.ueg.br

Nos links “Câmpus/Cursos”, disponíveis no site da UEG, está a descrição de cada Câmpus da UEG, com respectivos cursos de graduação oferecidos e informações sobre cada um deles. Para saber quais os cursos oferecidos neste Processo Seletivo, confira o Edital.

São 780 vagas disponíveis para este Processo Seletivo. O destaque vai para o curso de Direito, presente em 6 câmpus (Aparecida de Goiânia, Iporá, Morrinhos, Palmeiras de Goiás, Pires do Rio e Uruaçu) e Psicologia, no câmpus Inhumas.

Para realizar a inscrição, o candidato deve:

– Ler o edital de abertura;
– Fazer o cadastro geral por meio do seu CPF, caso não o tenha feito ainda, e guardar a senha gerada;
– O candidato que perder sua senha pessoal poderá recuperá-la no sítio www.estudeconosco.ueg.br, informando os dados pessoais solicitados;
– Preencher seu formulário de inscrição até às 23h59min do último dia previsto no cronograma do Edital;
– Gerar e imprimir o documento de arrecadação estadual (DARE);
– Efetuar o pagamento da taxa de inscrição, por meio do DARE, nos horários de expediente das datas previstas no cronograma do edital, em qualquer agência, em terminal de autoatendimento ou no serviço de internet dos bancos integrantes da rede de arrecadação do Estado de Goiás indicados no DARE, ou em seus correspondentes bancários;
– Imprimir o comprovante de inscrição no sítio www.estudeconosco.ueg.br, a partir de 2 dias úteis depois da data de efetivação do pagamento da taxa de inscrição.

As provas objetiva e de redação serão realizadas no dia 26/05.

DICA DE LEITURA: A liberdade é uma luta constante

LIVRO DE ANGELA

Diante das injustiças globais, Angela Davis inspira o leitor a imaginar e construir um movimento de libertação de todos os seres humanos; por isso vai a dica de leitura para o final de semana. Falo do livro da ativista política Angela Davis, que reúne uma ampla seleção de seus artigos, discursos e entrevistas recentes realizados em diferentes países entre 2013 e 2015, organizados pelo militante dos direitos humanos Frank Barat. Os textos trazem reflexões sobre como as lutas históricas do movimento negro e do feminismo negro nos Estados Unidos e a luta contra o apartheid na África do Sul se relacionam com os movimentos atuais pelo abolicionismo prisional e com a luta anticolonial na Palestina. Além de sua reconhecida atuação política no combate ao racismo, Davis denuncia também o sexismo, demonstrando de forma muito objetiva a relação entre a violência contra a mulher e a violência do Estado.
LIVROS 2

onde comprar: https://www.boitempoeditorial.com.br/

Questão racial é o tema de debate de novembro que integra ciclo sobre passado, presente e futuro do pensamento de Marx

 

O debate acontece em São Paulo

MARX NEGRO

É possível pensar o racismo na ótica do marxismo? De que maneira o movimento antirracista e a luta de classes podem caminhar juntas? Como a chave do racismo pode se inserir no pensamento marxista? Essas questões e muitas outras serão discutidas no encontro de novembro do ciclo de debates Diálogos com Marx, que acontece às 19h na Tapera Taperá (Galeria Metrópole Av. São Luís, 187 – Centro Loja 29, 2º andar São Paulo – SP)terça-feira dia 13 e contará com a participação de Silvio Luiz de Almeida, Juliana Borges e Marcio Farias, com mediação deJoice Berth.

Organizado no ano do bicentenário de nascimento de Karl Marx, com o objetivo de discutir a relação entre o pensamento de Marx, o marxismo e temas contemporâneos, o ciclo Diálogos com Marx promove encontros mensais entre abril e dezembro de 2018. O projeto é realizado em parceria entre a editora Boitempo, o Goethe-Institut São Paulo, a Fundação Friedrich Ebert – Brasil, a Tapera Taperá e a CartaCapital.

 

CURSO EM AGROECOLOGIA NA UFAL RECEBE INSCRIÇÃO ATÉ DIA 20 DE JULHO

PRONERAPARREIRA

Estão abertas as inscrições para o Curso de Bacharelado em Agroecologia via Pronera na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), que será ofertado em sistema de alternância, compreendendo o tempo escola, de caráter intensivo, com 12 etapas presenciais, previstas para ocorrer entre o segundo semestre de 2018 e o primeiro semestre de 2023; e o tempo comunidade, de acordo com o Projeto Pedagógico Curricular (PPC).

Os interessados em participar do processo devem se inscrever até o dia 20 de julho 2018, na Secretaria do curso de Bacharelado em Agroecologia do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, localizada na BR 104, Km 85, s/n, Rio Largo – AL, CEP 57.100-000, ou através do e-mail: agroecologiaproneraufal@gmail.com.
O Curso de Bacharelado em Agroecologia tem  etapas presenciais  e serão projetadas para apresentar, em média, 25 dias letivos. Após a realização de cada tempo escola, os discentes terão que desenvolver os Projetos Integradores (PI), que compõem as atividades do tempo comunidade e representam 30% da carga horária total do curso. Os PIs serão definidos durante o tempo escola e os resultados serão contabilizados no cálculo das médias das disciplinas.

A sede do curso será o Centro de Ciências Agrárias (CECA) da Universidade Federal de Alagoas, onde se dará a maior parte das atividades no tempo escola. Algumas disciplinas e módulos poderão ser ministradas em outras instituições de ensino superior ou centros de formação no estado de Alagoas.

A secretária de Políticas Sociais da CONTAG -Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares –  Edjane Rodrigues, ressalta que a Educação é elemento fundamental para a conquista da cidadania e a efetivação de direitos. “Este curso irá proporcionar aos agricultores e agricultoras familiares dos assentamentos de reforma agrária e crédito fundiário uma formação qualificada em Agroecologia, contribuindo para mudanças da matriz produtiva, no qual fortalece organicamente a produção e aprofunda a discussão da construção de um projeto alternativo para o campo dentro da visão e concepção de desenvolvimento rural sustentável”, destaca a dirigente.

CONFIRA O EDITAL:

 

http://contag.org.br/arquivos/portal/Edital%20pronera%20ufal.pdf

Fundação Pró-Cerrado discute políticas para juventude

 

Instituição goiana atua há mais de 20 anos na promoção da cidadania e colabora para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil.

 

A Fundação Pró-Cerrado (FPC) realiza, nos próximos dias 27 e 28 deste mês,o VII Fórum Ibero-Americano: Fazendo Política Juntos, de caráter internacional. O evento, que acontece no auditório do Tribunal Superior do Trabalho (TST) – em Brasília, reunirá autoridades do mundo todo para discutir políticas públicas para a juventude. A Liga Ibero-Americana de Organizações da Sociedade Civil (La Liga) e a Rede Pró-Aprendiz (RPA) também fazem parte da realização do encontro.

“As políticas públicas de juventude no Brasil são sempre sazonais. A única que nós temos, baseada na legislação e que não é de um ou outro governo, é a Política Pública de Aprendizagem. Precisamos estimular a implantação efetiva delas no país”, afirma o Superintendente da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) e membro da junta diretiva da La Liga, Valdinei Valério. “Este fórum vai nos proporcionar a possibilidade de levarmos ideias e também reivindicações às assembleias legislativas e até mesmo ao Congresso Nacional para mudar esta realidade”, completou o superintendente.

A fim de construir um espaço de discussão na sociedade civil para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas à juventude, o evento visa, por meio de palestras e dinâmicas de interação, promover ações que aumentem as oportunidades de capacitação, educação e trabalho para os jovens e o exercício pleno dos direitos deles enquanto cidadãos.

Fundação Pró-Cerrado

Organização da sociedade civil, a FPC atua há mais de 20 anos na promoção da cidadania, em parceria com o poder público, a iniciativa privada e o terceiro setor.

Por meio de programas diversos de atendimento ao Jovem, a instituição colabora para o desenvolvimento socioeconômico do nosso país: combate a violência e a evasão escolar, gera emprego e renda, além de estimular a formação integral do ser humano.

“Hoje a FPC mantém programas de inclusão laboral em pelo menos 24 estados da federação e já exportou essa tecnologia para muitos países”, garante Valdinei Valério.

O trabalho da Fundação Pró-Cerrado (FPC) é inspirado pelo Jovem e sua expressiva capacidade de transformação social.

Serviço

Assunto: VII Fórum Ibero-Americano: Fazendo Política Juntos;

Data: 27/09 e 28/09;

Horário: 27/09 das 13h30 às 17h30; 28/09 das 09h00 às 17h30;

Local: Auditório do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Setor de Administração Federal Sul  – Quadra 8 – Lote 1 – CEP 70.070-943;

Fontes:

Superintendente da Renapsi –Valdinei Valério Silva (62) 99255-4419

Secretário Nacional de Juventude – Bruno Moreira Santos – (61) 99593-4054

Ministra do TST e vice-coordenadora do Programa Nacional de Combate ao Trabalho Infantil e Estimulo à Aprendizagem – Kátia Arruda(61) 3043-4920 ou (61) 3043-4920

1ª Dama do Distrito Federal – Márcia Rollemberg – (61) 3425-4739

 

 

A revista NOVA ESCOLA,  formou uma equipe composta pelos jornalistas Bruno Mazzoco, Lídia Borges e Rodrigo Ratier ; esses  profissionais desnudaram as ORGANIZAÇÕES SOCIAIS em Goiás. Para quem deseja entender a estrutura dessas organizações,  que  estão de credenciando  para gerenciar o educação no estado de Goiás, deve ler com atenção a matéria especial.

Faça uma leitura cuidadosa, copie e cole o endereço:

http://revistaescola.abril.com.br/politicas-publicas/radiografia-oss-goias-938045.shtml