Ato público marca campanha em defesa do SUS e mais recursos para a saúde

 

Nesta quarta-feira, 30, o Conselho Nacional de Saúde lança a Campanha Nacional em defesa do SUS e fortalecimento do Controle Social nos 25 anos do Sistema Único de Saúde. A Campanha não é apenas uma ação comemorativa, mas sim um ato político a favor da saúde pública, tema de maior destaque durante as mobilizações de rua, que ocorreram durante o mês de junho em todo o país.

O ato está marcado para às 9h, com apresentação cultural e mobilização de cerca de mil e quinhentos representantes dos estados brasileiros. “O Congresso Nacional e o Governo federal precisam ir além do Programa Mais Médicos e apostar no financiamento da Saúde, com 10% da receita corrente bruta. Nós estamos fazendo a luta da saúde de qualidade para todos, o grande clamor das já citadas mobilizações de rua”, declara Maria do Socorro de Souza, presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS).

O povo brasileiro de mãos dadas por um SUS de qualidade e para todos” é o tema da campanha, que tem como ação inicial a apresentação das peças publicitárias em defesa do SUS e para o fortalecimento do Controle Social para os 100 mil conselheiros de todo Brasil. O ponto alto do lançamento será às 11h, quando as peças serão divulgadas e postadas nas redes sociais. Depois o CNS apresentará oficialmente a campanha em defesa do SUS para os parlamentares, na Câmara dos Deputados.

A campanha tem um caráter político para a defesa e fortalecimento do SUS, que neste ano completa 25 anos.  “Vamos lutar pelo fortalecimento e temos várias ações até 2015, quando realizaremos a 15ª Conferência Nacional de Saúde”, afirmou Socorro Souza. Ainda segundo a presidente do Conselho Nacional de Saúde, nesse período a campanha de fortalecimento do SUS  ganhará as ruas por meio dos Conselho estaduais e municipais.

O início da campanha, que é a própria participação popular, com a sociedade na rua, tem o intuito de fortalecer o Sistema Único de Saúde explicando o funcionamento dos conselhos e reforçando a importância da participação da sociedade na melhoria da nossa saúde. Nessa primeira etapa da campanha a ação será nas redes sociais depois será lançada nas cinco regiões do Brasil e nos estados. No segundo momento, haverá ciclos de debates e mostra itinerante de vídeos, comemorando os 25 anos do SUS. O Ministério da Saúde e a Fiocruz são parceiros do CNS na campanha publicitária.

Ao final do dia 30, os conselheiros e conselheiras de saúde vão realizar um “tuitaço” com a hashtag #JuntosPeloSUS.

Conferência Internacional discute conteúdos e mídias digitais em João Pessoa

A nova edição da Conferência Internacional Brasil-Canadá 3.0 já está com inscrições abertas. As vagas são limitadas, e os interessados devem se inscrever gratuitamente acessando o endereço http://www.br30.org.br/

A conferência tem como tema os Processos Criativos na Indústria de Convergência, e acontece nos dias 5 e 6 de dezembro, no Centro de Convenções no polo Cabo Branco, em João Pessoa-PB

No ato da inscrição, além dos dados pessoais, o interessado deve informar a que área pertence (Academia, Governo, Empresa ou 3º setor), se tem hábitos alimentares vegetarianos ou não, qual o tamanho ideal para a camiseta e se tem nacionalidade brasileira ou estrangeira.

A Conferência é patrocinada pela Associação Nacional para Inclusão Digital – Anid e realizada pelo Governo do Estado da Paraíba, por meio da Secretaria Executiva da Ciência e Tecnologia, e pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil.

Já confirmaram presenças o  ministro das Comunicações,Paulo Bernardo, e o secretário de Políticas de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação,Virgilio Almeida, além dele, está sendo cogitada a presença do ministro Antônio Raupp.

“Essa segunda edição vem mais focada no empreendedorismo, na produção de conhecimento. A primeira ainda tratava do futuro das mídias digitais no Brasil, e agora queremos focar mais nas pessoas que consomem, que usam seus tablets, smartphones. Nós precisamos garantir que teremos cada vez mais cérebros produzindo, incentivar as pessoas a poderem construir uma alavanca nessa economia digital”, revelou Percival Henriques, presidente da Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid).

Segundo ele, estão sendo esperados em torno de 1.000 participantes, e haverá uma logística de traslado para os inscritos, tanto os que virão de outros estados e países, bem como os participantes locais.

INDÍGENAS DE 4 ESTADOS REALIZAM CONFERÊNCIA DE SAÚDE EM FLORIANÓPOLIS

O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Interior Sul realiza de 15 a 17 de outubro, em Florianópolis, a etapa distrital da 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena (5ª CNSI). O evento reúne 496 delegados de quatro estados (RS, SC, PR e SP) e irá discutir propostas para alterar a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (Pnaspi). A conferência será aberta nesta terça-feira, 15, no Hotel Canto da Ilha – Av. Luiz Boiteux Piazza, 4810, Ponta das Canas, Florianópolis.

 

Na etapa distrital, os delegados aprofundam as discussões iniciadas nas aldeias e fazem a escolha de 35 propostas que serão levadas para a etapa nacional. Além das propostas, o grupo irá escolher 80 delegados para representar a região, habitada predominantemente pela etnia Kaingang.

Sobre a 5ª CNSI

A conferência é feita em três etapas: inicialmente as discussões são feitas nas aldeias, na etapa local, onde são formadas propostas para alterar a política; estas propostas são aprovadas e levadas a etapa distrital, e por último, tudo o que for aprovado na etapa distrital segue para a etapa nacional, a ser realizada de 26 a 30 de novembro em Brasília-DF. A 5ª CNSI é uma realização do Ministério da Saúde, através da Sesai- Secretaria Especial de Saúde Indígena- em conjunto com o Conselho Nacional de Saúde –CNS.

Esta é a primeira conferência realizada após a criação da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) em 2010. A última conferência nacional de saúde indígena foi realizada em 2006, na época a saúde indígena era uma atribuição da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Sobre o DSEI

O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Interior Sul é uma das 34 unidades descentralizadas de gestão da SESAI, órgão do Ministério da Saúde criado pelo governo federal em 2010 para assumir a gestão do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSUS). A SESAI é a única secretaria do Ministério da Saúde que executa diretamente ações de saúde. O DSEI Interior Sul é responsável pela saúde de 41.847 índios de maioria Kaingang em uma faixa de terras no interior que vai desde o Rio Grande do Sul até São Paulo. Os distritos foram divididos de acordo com critérios de distribuição populacional e organização dos povos indígenas.

Serviço

O que? Etapa Distrital da 5ª CNSI do DSEI Interior Sul

Quando? Dias 15, 16 e 17 de outubro

Onde? Hotel Canto da Ilha – Av. Luiz Boiteux Piazza, 4810, Ponta das Canas, Florianópolis.

Destaques – Abertura do evento, na terça-feira às 8:00h e Plenária de aprovação de propostas e encerramento, na quinta-feira a tarde.

Contatos – Francisco Souza – assessor de imprensa DSEI Interior Sul (47) 9938-1512

Mais informações no site: www.saude.gov.br/5cnsi e também www.saude.gov.br/sesai

 

 

 

Francisco Souza

Assessor de Imprensa

MS/SESAI/DSEI Interior Sul

(48) 3049-8531

(47) 9938-1512

 

GARANTIR O FORTALECIMENTO DO CONTROLE SOCIAL E MOBILIZAR PARA DEFESA DO SUS

     Na última reunião do Conselho Nacional de Saúde,   ficou definido  avançar no PROCESSO DE FORTALECIMENTO DO CONTROLE SOCIAL E DEFESA DO SUS no ano das comemorações dos 25 anos do Sistema Único de Saúde, com uma CAMPANHA NACIONAL DE COMUNICAÇÃO, que começa no mês de outubro e caminha até a construção da 15ª Conferência Nacional de Saúde.

CNS participa de mobilização na Câmara dos Deputados em defesa do Projeto de Lei de Iniciativa Popular – 10% para SUS.

O POVO BRASILEIRO marcou a história  SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, agora os CONSELHOS NACIONAL, ESTADUAIS e MUNICIPAIS tem o aval do povo brasileiro, para a garantia que o saúde pública terá a segurança de financiamento, por isso fomos ao Congresso Nacional com mais de 2,2 milhões de assinatura para o PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR que garante 10% da receita corrente bruta da União para a Saúde Pública

Nessa nova fase de mobilização e participação social é essencial que os Conselhos, entidades, movimentos e centrais sindicais, defendam um SUS PÚBLICO, UNIVERSAL, INTEGRAL e de QUALIDADE.

O CNS conclama todos, para no período de 5 A 11 de outubro de 2013 (período de comemoração dos 25 anos do SUS, da garantia constitucional da saúde como direito),   mobilize sua comunidade do  campo ou da cidade, que promova ações de pressão ao  seu parlamentar, converse  com seu gestor de saúde,  governadores , prefeitos, secretários de saúde, e diga que você  é FAVORÁVEL ao SUS e que o Projeto 321/2013 precisa ser votado em regime de URGÊNCIA URGENTÍSSIMA no Congresso Nacional.

Nesse momento, o Governo Federal não sinaliza para atender a nossa proposta dos 10% da RECEITA CORRENTE BRUTA DA UNIÃO – cerca de R$ 39 milhões de reais para a saúde pública. Portanto é bom lembrar que a Presidenta Dilma Rousseff e o Ministro Alexandre Padilha, já sinalizaram em 2011, que a SAÚDE PÚBLICA precisa de mais recursos.” Se o Brasil quiser chegar a patamares parecidos aos dos seus parceiros sul-americano…s, como Chile e Argentina, ele precisa investir hoje pelo menos mais 45 bilhões de reais na saúde”, disse o Ministro Padilha em 2011.

É importante os seguintes focos:

-O PROJETO DOS 10% PARA SAÚDE tem mais de 2,2 milhões de assinatura, e somente o povo poderá definir outra proposta modificativa;

-10% da RECEITA CORRENTE BRUTA DA UNIÃO, significa cerca de R$ 39 milhões de reais para o SUS;

-Em 25 anos de SUS, é a primeira grande chance que o sistema pode ter a garantia  do  FINANCIAMENTO   e conseqüente  fortalecimento;

Programamos uma agenda de mobilização:

 

AGENDA – CNS

05 a 11/10 – SEMANA DE MOBILIZAÇÃO DO CONTROLE SOCIAL

Audiências Públicas – articular Deputados e vereadores;

Manifestações de rua, Atos Públicos, Debates com entidades, Universidades, Igrejas, Sindicatos, movimentos sociais e populares;

CONVIDAR a Imprensa local – TVs, Rádios comerciais e comunitárias, Jornais, Sites e outros, para uma ENTREVISTA COLETIVA SOBRE A DEFESA DO SUS e SEUS 25 ANOS – Reafirmar POSICIONAMENTO sobre o FINANCIAMENTO – 10% DA RECEITA CORRENTE BRUTA PARA SAÚDE.

 

05/10 – Ações nos Estados / Municípios

09/10 – Café da Manhã com Parlamentares (250º RO do CNS)

Ações Institucionais CNS / Conselho Nacional do Ministério público – CNMP

11/10 – Oficina com comunicadores

30/10 – Mobilização Nacional em defesa do SUS e fortalecimento do Controle Social (lançamento da campanha) – Mobilizar defensores do SUS para em Caravana