MANIFESTAÇÃO EM APOIO À PRESIDENTA DILMA REÚNE DUAS MIL PESSOAS EM GOIÂNIA

 

Ato organizado por trabalhadores rurais de Goiás concentrou mais de mil carros e motos e percorreu vias importantes da Capital.

 

Cerca de dois mil goianos foram às ruas da Capital neste sábado, 30, manifestar apoio ao governo da Presidenta Dilma Rousseff e defender a democracia. Organizada pelo presidente da Associação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Rio dos Bois, Pastor Alanmain Robson de Orias, líder de assentamento na cidade de Cromínia (GO), o ato reuniu cerca de mil carros e dezenas de motos que percorreram as avenidas 24 de Outubro, em Campinas, Avenida Anhanguera, passando pela 5ª Avenida até a Praça Universitária, no setor Universitário, onde terminou a carreata.
Trabalhadores rurais, militantes e simpatizantes demonstraram à população de Goiânia sua firme defesa da democracia, conferida pelo voto popular nas eleições de 2014. Durante a manifestação, os participantes denunciaram as tentativas de golpe ao Estado Democrático de Direito. Além disso, pediram com palavras de ordens o “fora Cunha”, em alusão ao presidente da Câmara dos Deputados, sobre quem pesam acusações e provas cabais de atos de improbidade.
Em discurso firme e emocionado, pastor Alanmain agradeceu o acolhimento de todos à manifestação e chamou os presentes a reforçar cada dia mais o apoio à Presidenta Dilma que, segundo ele, tem compromisso com a população em geral mas principalmente com as pessoas mais pobres economicamente. “Nós precisamos de uma presidente que trabalhe por todos, principalmente pelos trabalhadores”, ressaltou.
Alanmain explica ainda que organizou o ato por avaliar que nos últimos 13 anos, durante os governos Lula e Dilma, o povo brasileiro conquistou avanços históricos jamais vistos nos mais de 500 anos do Brasil e por considerar que parcela da oposição está querendo cometer uma injustiça e ganhar no tapetão o que não conquistou nas urnas. “Eu me senti comovido com o que está ocorrendo. Não há absolutamente nenhum fato concreto que justifique qualquer tentativa de retirarem do governo a Presidenta Dilma. Ela ganhou as eleições e os perdedores não aceitam a derrota. Estamos defendendo a Constituição Brasileira e o resultado das urnas, decidido pelo povo”, ressalta Alanmain.
A concentração ocorreu por volta das 9h em frente ao Centro de Referência em Ortopedia e Fisioterapia (CROF), no Setor Aeroviário, em Goiânia. O grupo seguiu com faixas, bandeiras e carro som até a Praça Universitária, no setor Universitário.
O ato, que teve o apoio dos diretórios Metropolitano e Regional do Partido dos Trabalhadores, contou com a participação de várias lideranças, entre elas o ex-prefeito de Goiânia e ex-deputado federal Pedro Wilson Guimarães, atualmente Secretário de Direitos Humanos da Capital, a presidenta do diretório zonal 134 do PT, Cirley Marinho, o vereador Carlos Soares, o presidente do PT de Goiânia, Luís Cesar Bueno, e a advogada e ex-deputada federal Marina Sant’Anna.
Para Marina, a carreata foi absolutamente vitoriosa. “Trabalhadores e trabalhadoras, por vivência, sabem o que significaria um retrocesso no caminho da diminuição das desigualdades sociais e têm a certeza de que golpes proporcionam a cassação de direitos políticos e civis e uma interrupção da democracia. Se querem ganhar, que se acalmem e vão às urnas em 2018! Estaremos lá também!”, enfatiza.
O presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de Goiânia, deputado estadual Luis Cesar Bueno, enalteceu o fato de a carreata ter sido uma ação espontânea da sociedade que pediu a defesa do Estado Democrático de Direito.

Colaboração: Cláudio Marques

Comunicação em redes sociais e o futuro da informação

 

Bate-papo promovido pela prefeitura de Porangatu leva especialistas em informação digital ao norte de Goiás

 

Uma conversa franca sobre utilização de redes sociais como meio de comunicação direta com as pessoas, boa prática de utilização de ferramentas digitais e mobilização via internet.

Nesta sexta-feira, dia 29 de janeiro, três especialistas em comunicação digital vão levar esses temas para um encontro aberto em Porangatu, um debate democrático sobre o uso de novas tecnologias por ativistas de redes sociais e interessados no assunto para o ano eleitoral de 2016.

São eles:

Leandro Fortes, jornalista, escritor e professor, com 30 anos de experiência de reportagem, autor de diversos livros sobre jornalismo e, atualmente, diretor-executivo da agência digital CobraCriada-#InteligênciaEmRede;

Luiz Henrique Parahyba, jornalista com larga experiência em rádio e movimentos sociais em redes, proprietário da agência Tambaú Comunicação;

Alexandre Duarte, jornalista e publicitário, especialista em organização e produção de audiovisual para campanhas eleitorais, dono da Sambatango Filmes.

A ideia do trio é socializar experiências em campanha eleitorais e cases de sucesso nas redes sociais.

“Hoje, é virtualmente impossível fazer campanha eleitoral sem o uso de redes sociais e sem uma presença digital voltada para a interação com o eleitor”, explica Leandro Fortes, responsável, nas eleições de 2014, pela coordenação da vitoriosa campanha da presidenta Dilma Rousseff nas redes sociais.

Veterano em campanhas eleitorais, Alexandre Duarte afirma que a produção de vídeos, por exemplo, não tem mais função isolada. “É preciso que a construção de todo material audiovisual seja pensada, principalmente, para utilização em redes sociais, com linguagem específica”, diz Duarte.

O uso massivo do rádio, ainda o mais popular e acessível meio de comunicação do País, também deve ser integrado a sistemas de comunicação em rede. “Temos que usar a dinâmica e a capilaridade do rádio com a capacidade de disseminação das redes sociais”, afirma Luiz Henrique Parahyba.

 

O quê: Bate-papo sobre comunicação em redes sociais

Onde: Auditório do Centro Cultural de Porangatu (GO), Av. Pedro Pereira de Cunha.

Quando: 29 de janeiro de 2016, das 16h às 18h