MOBILIZAÇÃO PARA A SEMANA DA SAÚDE 2018

 

O Conselho Nacional de Saúde luta para defender o Sistema Único de Saúde –  SUS

WhatsApp Image 2018-03-26 at 22.34.09

A #SemanaDaSaúde2018 será uma grande mobilização nacional, feita pelo #CNS em parceria com conselhos municipais e estaduais de saúde. As ações acontecerão entre 2 e 8 de abril em todo o país, com o objetivo de valorizar o #SUS e fortalecer a luta contra os retrocessos recentes nas políticas de saúde. Será um momento de luta e de celebração do Dia Mundial da Saúde, comemorado em 7 de abril. Mobilize suas entidades. #EmDefesaDoSUS

 

Mais informações:  https://bit.ly/2ue6Gmz

Leitor do site Brasil 247 denuncia farsa da Netfix

Seriado é #FakeNews

 

 

 

Informações do www.brasil247.com

NETFLIX IMAGEM

Chega a ser criminosa a série “O mecanismo”, lançada pela Netflix na antevéspera do que seria a prisão do ex-presidente Lula; embora diga ser baseada em fatos reais, a série é uma coleção de “fake news”; entre as cenas mais grotescas, dirigidas pelo brasileiro José Padilha, o doleiro Alberto Youssef frequenta o comitê da campanha do PT, a presidente Dilma Rousseff grava um pronunciamento eleitoral sobre como “estocar vento”, e o ex-presidente Lula diz a Michel Temer para não se preocupar com os “açougueiros” da JBS; “Padilha expressa todo o seu ódio pelo progressismo e nacionalismo brasileiros nessa série lamentável”, diz o leitor Alexandre Mendes Santos; saiba como protestar junto à Netflix

 

 

É criminosa a série “O mecanismo”, lançada pela Netflix na antevéspera do que seria a prisão do ex-presidente Lula. Embora diga ser baseada em fatos reais, a série é uma coleção de preconceitos e “fake news”. Entre as cenas mais grotescas, dirigidas pelo brasileiro José Padilha, o doleiro Alberto Youssef frequenta o comitê da campanha do PT, a presidente Dilma Rousseff grava um pronunciamento eleitoral sobre como “estocar vento” e o ex-presidente Lula diz a Michel Temer para não se preocupar com os “açougueiros” da JBS.

 

 

“Padilha expressa todo o seu ódio pelo progressismo e nacionalismo brasileiros nessa série lamentável”, diz o leitor Alexandre Mendes Santos. Leia abaixo seu depoimento e saiba também como protestar junto à Netflix:

 

Fiquei extremamente triste e revoltado ao assistir  o episódio 1 da série em questão.

 

Começando da narração inicial que o maior problema do Brasil é a “corrupção”, inclusive maior que as questões sociais e a apropriação de significativa (muito significativa) parcela de nossos riquezas para o tal “deus mercado”, e principalmente pelas grotescas caricaturas que insinuam fortemente que Dilma e Lula são os chefes da quadrilha que assaltou a Petrobras (Season 01e01).

 

Liguei para eles agora há pouco e reconheci que a maior parte dos programas da emissora são excelentes, eles devem um  pedido de desculpas a sociedade brasileira,

 

Padilha expressa todo o seu ódio pelo progressismo e nacionalismo brasileiros nessa série lamentável, não sugeri nem sugiro movimentos de boicote, mas que os companheiros, assim como eu fiz, exijam da diretoria da empresa um pedido de desculpas a imensa maioria dos brasileiros e brasileiras que foram ultrajados na pela série de Padilha.

 

Sugiro que divulgue  o telefone do serviço (0800-887-0201) e exijam o mesmo da direção do serviço, por favor não entrem no assunto de boicotes, 99% da emissora dá muita voz aos oprimidos, considerem apenas como uma falha humana (ou corporativa).

 

Alexandre Mendes dos Santos

 

SECRETÁRIA DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE SERÁ SEPULTADA HOJE EM BRASÍLIA

Neide Rodrigues, secretária executiva do CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE, faleceu neste sábado, 24, na UPA – Samambaia-DF – cidade próxima a Brasília. Neide tinha 55 anos e era uma combativa defensora do Sistema Único de Saúde no Brasil.O sepultamento da Neide está marcado para 17h00, velório a partir das 15h00 no cemitério Campo da esperança do Plano Plioto capela 5.

Confira a NOTA DE PESAR do CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE – CNS:

IMG_0568

É com pesar que o Conselho Nacional de Saúde (CNS) comunica o falecimento de nossa secretária-executiva, Neide Rodrigues, na manhã de hoje (24/03/2018), em Brasília. Neide foi acometida por uma parada cardíaca. Nossa solidariedade aos amigos, familiares, colaboradores do CNS e companheiros de luta, que tiveram a honra de conviver ao lado de um exemplo de resistência e compromisso com o controle social brasileiro.

Neide assumiu a secretaria-executiva do CNS, órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), em 2016, desde então vinha desempenhando um excelente trabalho na gestão técnica e política do conselho, dando encaminhamento às recomendações, moções, resoluções e deliberações dos conselheiros e conselheiras nacionais de saúde. Seu falecimento aconteceu dois dias após o falecimento de João Palma, outro importante companheiro de luta, que antecedeu a gestão de Neide na secretaria-executiva. Duas perdas que ficarão na memória.

Neide era filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), trabalhou no Departamento de Assistência Farmacêutica do MS e no gabinete do ex-ministro da saúde Alexandre Padilha. Tinha graduação em Administração pelo Instituto de Educação e Ensino Superior de Samambaia (Iesa) e pós-graduação em Bioética pela Universidade de Brasília (UnB). Além da organização das diversas agendas de luta do CNS, a secretária vinha participando de encontros pelo país com o objetivo de compartilhar a experiência da secretaria em âmbito nacional. “É importante fazermos essa aproximação com os estados e municípios. Nosso papel é fundamental para o funcionamento dos conselhos, nós damos encaminhamento às deliberações”, dizia.

A secretária executiva tinha 55 anos, deixa três filhos e uma rede de amigos e companheiros de militância. Sua contribuição por uma saúde pública e de qualidade para todos os brasileiros e brasileiras foi fundamental e continuará reverberando em nossas práticas e desafios em defesa dos direitos da população e do Sistema Único de Saúde (SUS). A secretária executiva do CNS será lembrada como uma mulher firme, que não tinha medo de lutar pelo que acreditava com o objetivo de fortalecer a participação social no Brasil. Toda nossa solidariedade aos conselheiros e conselheiras diante desta perda.

Em breve informaremos os locais onde acontecerão o velório e o enterro.

Conselho Nacional de Saúde

DIEESE promove cursos para dirigentes sindicais

 

A Escola DIEESE de Ciências do Trabalho abre inscrições para os cursos rápidos para os dirigentes dos sindicatos de trabalhadores. Os  Cursos propiciam o debate e a análise das mudanças nas relações de trabalho e dos impactos causados em vários campos. A proposta é de uma formação crítica, científica e humanista, que privilegia o ponto de vista do trabalhador, visando a uma atuação transformadora na sociedade.

Nessa etapa, 6 cursos rápidos são oferecidos, o primeiro  já começa no mês de abril “Comunicação e expressão para dirigentes sindicais: preparação para conduzir atividades sindicais”. Os cursos são oportunidades de formação integrada, com ênfase em economia política, história, sociologia, com várias possibilidades de atuação no mercado de trabalho.

CONFIRA:

 

WhatsApp Image 2018-03-20 at 17.01.17

Cursos com inscrições abertas

 

Comunicação e expressão para dirigentes sindicais: preparação para conduzir atividades sindicais – segunda turma

Prepara para a condução de atividades sindicais (assembleias, negociações, intervenções). Aprimora a habilidade de compreender e ser compreendido no exercício da ação sindical.
Carga horária: 24 horas
Formadora: Sueli Vitorino de Jesus Barbosa
Aulas presenciais: três dias
Próxima turma: abril, em São Paulo
Inscrições abertas: aulas em 3, 4 e 5 de abril, em São Paulo, das 9h às 18h

 

Valores por participante:

Inscrições Grupo de entidades
filiadas ao DIEESE
Até 4 A partir de 5
Até 20/03 R$ 450 R$ 375,00 R$ 300,00
A partir de 21/03 R$ 525,00 R$ 450,00 R$ 375,00
Obs.: Todos os valores são individuais

 

 

Trabalho de base e educação popular: desafios da atual conjuntura

Neste momento de crise das instituições de representação política da sociedade, é voz corrente a necessidade de retomar o trabalho de base. Mas quais os novos desafios para tal retomada? A educação popular, com base em Paulo Freire, nos ajuda a encontrar caminhos e construir metodologias para enfrentar os desafios da atual conjuntura.
Carga horária: 16 horas
Educador: Pedro Pontual
Aulas presenciais: dois dias
Próxima turma: abril, em São Paulo
Inscrições abertas: aulas em 10 e 11 de abril, em São Paulo, das 9h às 18h

 

Valores por participante:

Inscrições Grupo de entidades
filiadas ao DIEESE
Até 4 A partir de 5
Até 30/03 R$ 300,00 R$ 250,00 R$ 200,00
A partir de 31/03 R$ 350,00 R$ 300,00 R$ 250,00
Obs.: Todos os valores são individuais

 

 

Campanha de sindicalização de baixo custo

Aborda diferentes aspectos relacionados ao Marketing para campanhas de sindicalização: organização interna, pesquisa, propaganda, promoção e atuação dos dirigentes e apresentação de experiências de diversas categorias em vários estados
Carga horária: 16 horas
Professor: Milton Pomar
Aulas presenciais: dois dias
Próxima turma: abril, em São Paulo
Inscrições abertas: aulas em 12 e 13 de abril, em São Paulo, das 9h às 18h

 

Valores por participante:

Inscrições Grupo de entidades
filiadas ao DIEESE
Até 4 A partir de 5
Até 30/03 R$ 300,00 R$ 250,00 R$ 200,00
A partir de 31/03 R$ 350,00 R$ 300,00 R$ 250,00
Obs.: Todos os valores são individuais

 

 

Reforma trabalhista: desafios para o Sistema de Relações do Trabalho

Reflete sobre o atual Sistema Brasileiro de Relações de Trabalho, desde as características históricas até as alterações da reforma trabalhista.
Carga horária: 16 horas
Professor: Carlindo Rodrigues de Oliveira
Aulas presenciais: dois dias
Próxima turma: abril, em São Paulo
Inscrições abertas: aulas em 17 e 18 de abril, em São Paulo, das 9h às 18h

 

Valores por participante:

Inscrições Grupo de entidades
filiadas ao DIEESE
Até 4 A partir de 5
Até 30/03 R$ 300,00 R$ 250,00 R$ 200,00
A partir de 31/03 R$ 350,00 R$ 300,00 R$ 250,00
Obs.: Todos os valores são individuais

 

Saiba mais: folder de São Paulo

 

Regimes Próprios de Previdência Social: os atuais desafios para os trabalhadores

Esclarece princípios teóricos e legislativos que orientam RPPS de servidores públicos de cargos efetivos da União e de estados e municípios
Carga horária: 16 horas
Professor: Luciano Fazio, especialista em Previdência Social, gestão de previdência complementar e estudos socioeconômicos
Aulas presenciais: dois dias
Próxima turma: abril, em Santa Catarina e no Paraná

Inscrições abertas: aulas em 5 e 6 de abril, em Florianópolis, das 9h às 18h
aulas em 18 e 19 de abril, em Curitiba, das 9h às 18h

 

Confira, nos links abaixo, valores por participante.

 

Saiba mais: folder de Santa Catarina | folder do Paraná

 

Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil

Expõe, de forma simples e direta, as informações básicas da Lei 13.019/14 (Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil). Considerados principais aspectos, fases e impactos da lei no cotidiano das organizações que atuam ou desejam atuar na celebração e execução de parceria com o poder público.
Carga horária: 16 horas
Aulas presenciais: dois dias
Próxima turma: abril, em São Paulo
Inscrições abertas: aulas em 19 e 20 de abril, em São Paulo, das 9h às 18h

Valores por participante: R$ 350,00

Inscrições: http://competo.dieese.org.br/turmas_abertas.

A realização dos cursos está sujeita à formação de turma.

Para mais informações, entre em contato com a Secretaria Acadêmica da Escola DIEESE pelo e-mail contatoescola@dieese.org.br ou pelos telefones (11) 3821-2150 ou 3821-2155.

 

CUITÉ-PB encena  Paixão de Cristo a céu aberto

 

Uma parcela da população de Cuité, localizada na região do Curimataú paraibano, está envolvida na produção e realização da principal atração turística da cidade: a encenação da Paixão de Cristo nas noites dos próximos dias 29, 30 e 31 deste mês. O evento, em seu novo formato, vem sendo realizado desde 2014 e tem a coordenação da Companhia Cuiteense de Teatro e este ano deverá reunir durante os três dias de apresentação mais de 60 mil pessoas numa área ao ar livre, conhecida como Olho D’água da Bica.

Ensaio3_antonio david 0021

O evento entra no roteiro turístico da Paraíba e tem apoio do Governo do Estado, por intermédio da UFCG – Universidade Federal de Campina Grande , prefeitura de Cuité.

 

Desde o início do mês, o diretor do espetáculo Ismael Moura, vem reunindo mais de 300 atores e figurantes para ensaiar e finalizar os detalhes do evento religioso que atrai turistas da região e de outras capitais da região Nordeste, principalmente do Rio Grande do Norte e Ceará. “Estamos formatando um produto turístico, criando uma opção de turismo para a região. Esperamos caravanas de muitas cidades e capitais nordestinas como Natal e Fortaleza. Há a expectativa de que venham caravanas até da Bahia”, avisa.

Ensaio8_antonio david 0027

Novidades – A novidade da edição deste ano é a gravação das vozes dos personagens principais num estúdio do Rio de Janeiro. Moura explica que nas edições anteriores eram os próprios atores locais que gravavam os diálogos dos personagens. “Este ano, não! As vozes serão dos dubladores de alguns seriados famosos da televisão como Casal 20, Liga da Justiça, Maluco do Pedaço e  Scooby Doo entre outros”, informa.

 

Outra inovação da edição 2018 da Paixão de Cristo de Cuité é a pré-venda de ingressos pela Internet. Os lotes disponíveis já podem ser acessados pelos internautas no site www.paixãodecristodecuite.com.br. Há também uma página oficial no Facebook que detalha, dia-a-dia, o andamento dos ensaios: https://www.facebook.com/paixaodecristocuite/

 

Serviço – Saindo de João Pessoa pela BR-230 a previsão de chegada em Cuité é de 3h34 minutos.

 

Fonte: SECOM PB

Fotos – Antonio David

 

 

parque parahyba3-foto Alberi Pontes

COMUNIDADE RECEBE PARQUE DE CONVIVÊNCIA NA CAPITAL DA PARAÍBA

 

O governo do estado da Paraíba entregou nesta sexta, 16, a segunda etapa do Parque Linear Parahyba, em João Pessoa. A área de convivência oferece pontos de lazer, esporte e convivência social para os moradores da região do Bessa – litoral . O Governo investiu mais de R$ 4,2 milhões na construção da segunda etapa do parque.

parque parahyba21-foto Alberi Pontes

Na entrega do Parque Parahyba a comunidade, o governador Ricardo Coutinho enfatizou que o Parque Parahyba é uma obra fundamental porque está relacionado com três pontos essenciais: saúde, segurança e qualidade de vida que é o objetivo central de toda política pública. “Esse espaço gera uma qualidade de vida incomparável. As pessoas que talvez nem conheçam os vizinhos, conviverão aqui e vão trazer as crianças para brincar, ou seja, estamos criando espaços para que as pessoas se encontrem e construam convergências. Hoje entregamos esse “Parque Parahyba 2” com uma estrutura bem maior que a primeira, mas com o mesmo objetivo, promover o bem estar coletivo”, afirmou o governador.

O secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevêdo, conversou com os moradores da região, e disse que a obra demonstra a preocupação que o Governo do Estado tem em criar ambientes de lazer para a sociedade. “Este local se transforma em uma enorme praça que pode ser comparada com uma grande sala de estar, onde a convergência das pessoas vai acontecer. Aqui são mais de R$ 4 milhões investidos e como podemos ver, ficou um bonito Parque, que será um relevante espaço de arte e cultura”, comentou.

parque parahyba

A segunda etapa do Parque Parahyba conta com anfiteatro com capacidade para 122 pessoas, calçadas de contorno em todo o perímetro, playground, academias ao ar livre, ciclovia, estacionamentos, iluminação, campos e quadras de areia. O ambiente possui duas quadras para basquete de três jogadores, quatro quadras de vôlei com piso de areia e alambrado, parque para animais e uma minicidade para Educação de Trânsito. “É um espaço com uma grande e bela estrutura. Isso promove a integração das famílias, devolvendo o convívio social para as crianças, jovens e idosos dessa área”, falou a diretora-superintendente de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), Simone Guimarães.

Ian Assis, aproveitou o momento da entrega do Parque e fez selfie com o governador

Ian Assis, aproveitou o momento da entrega do Parque e fez selfie com o governador

O estudante de direito, Ian Assis, ficou empolgado com o Parque: “A estrutura é excelente, as pistas de cooper e ciclismo muito bem organizadas. Um belo aditivo para as famílias da região. Realmente foi um excelente trabalho do governo do estado”, disse o jovem morador da região.

"Foi um excelente trabalho do Governo do Estado", Ian Assis, ao lado direito de João Azevedo

“Foi um excelente trabalho do Governo do Estado”, Ian Assis (camiseta preta) ao lado de João Azevedo

Nonato Bandeira, participou da entrega do Parque Parahyba, a comunidade pessoense, e afirmou que “o governo do estado está ampliando as áreas de convivência urbana e humana na capital”.

Alessandra Carvalho levou a filha Sarah, de 7 anos, para conhecer o Parque Parahyba. Ela disse que a menina adorou o espaço e, certamente, as duas virão outras vezes ao local. “Para a população em geral foi um grande benefício. Antes esse local não tinha nada, era mal iluminado e agora ganhou vida. Esse espaço ficou ideal para trazer as crianças, fazer caminhada, andar de bicicleta, eu gostei muito”, falou.

COM INFORMAÇÕES DA SECOM PB

FOTOS – ALBERI PONTES e IAN ASSIS

Marina Sant’Anna  vive o FSM 2018

Forte, encantador, necessário, oportuno e inspirador.

Assim percebo o Forum Social Mundial que está acontecendo em Salvador, Bahia.

 

Das grandes manifestações a cada uma das atividades, contém a história dos povos, lutas e diversidades, aqui expressas em mais de 1.300 atividades autogestionadas e 1.500 coletivos, organizações e entidades. Há representantes de todos os continentes, em torno do slogan do FSM: ‘ Resistir é Criar, Resistir e Transformar’.

WhatsApp Image 2018-03-16 at 11.05.50 (1)

 

Ouvimos uma liderança indígena, estudante de medicina no Pará, falando sobre a situação da saúde indígena no Brasil e, muito embora já esteja a mais da metade do curso, não viu ainda o assunto ser tratado academicamente. Em outra tenda, amostras de sementes crioulas produzidas na Bahia e a denúncia de assassinatos de quem luta pela reforma agrária, demarcação das terras indígenas e meio ambiente.

 

WhatsApp Image 2018-03-16 at 11.08.54

 

Com certeza, o sentimento e a indignação de todas pessoas presentes está voltado para o assassinato da vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. Em todas as atividades a dor e a determinação de buscar justiça e fazê-los presente nas lutas populares.

 

Outro ponto que confirmou a mobilização nacional do campo democrático e popular é o protesto expresso por quererem inviabilizar a candidatura de Lula e estancar de vez o processo democrático brasileiro, já em descrédito a partir do Golpe que tirou Dilma Rousseff.

 

Enfim, excelentes energias e conhecimentos para nosso caminhar!

Marina Sant’Anna, ex-vereadora e ex-deputada federal do PT-GO

SEM ÁGUA

CAGEPA ANUNCIA 7 BAIRROS SEM ÁGUA EM JAMPA.

 

Dando prosseguimento às obras de reforço na rede de distribuição de água na área atendida pelo reservatório R-1, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) executará, nesta quinta-feira (15), a interligação de tubulações no bairro do Ernani Sátiro.

 

Em decorrência dos trabalhos, o abastecimento de água será interrompido, das 8h às 21h, nos seguintes bairros de João Pessoa: Funcionários (II, III e IV), Esplanada (I e II), Sepol, Ernani Sátiro, Grotão, Geisel e Costa e Silva.

 

Mais informações sobre os serviços executados pela Cagepa podem ser obtidas gratuitamente pelo telefone 115, que agora também atende ligações de celular.

 

 

PAULO PAIM RADCOMS

PROJETO DE PAIM PODE BENEFICIAR RÁDIOS COMUNITÁRIAS COM INCENTIVO À CULTURA

Mas Governo Temer corta pela metade número de novas emissoras comunitárias

 

As rádios comunitárias poderão vir a ser beneficiadas pela Lei de Incentivo à Cultura, segundo determina o Projeto de Lei do Senado (PLS) 629/2011, do senador Paulo Paim (PT-RS), que foi aprovado nesta terça-feira, 13, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

PAULO PAIM RADCOMS

A proposição inclui o serviço de radiodifusão comunitária entre as atividades passíveis de receber recursos por meio do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac). Instituído pela Lei Rouanet (8.313/1991), o programa permite que empresas e pessoas físicas destinem a projetos culturais, como doação ou patrocínio, parte do Imposto de Renda devido.

 

Paim argumenta que o problema do financiamento das rádios comunitárias nunca foi resolvido adequadamente. As emissoras prestam serviços de utilidade pública e de integração das comunidades onde estão instaladas, mas muitas têm dificuldade em se manter e correm o risco de encerrar suas atividades, afirma o senador.

 

“Agradeço a todos os setores que dialogaram com a senadora Lúcia Vânia. A rádio comunitária fala na base, com o nosso povo e a nossa gente. Projeto bom é projeto aprovado”, declarou Paim.

 

Restrição

A lei que instituiu o Serviço de Radiodifusão Comunitária (9.612/1998) impede essas rádios de obterem receita por meio de propaganda comercial, para que sua função não seja deturpada por interesses econômicos.

 

A legislação permite apenas que recebam patrocínio (sob forma de apoio cultural) de estabelecimentos situados na área da comunidade atendida. Essa fonte de recursos, porém, tem se mostrado insuficiente para manter as emissoras, diz Paim. Na opinião dele, uma das maneiras de garantir recursos ao setor é incluir as rádios comunitárias na Lei de Incentivo à Cultura.

 

Relatora do projeto na CAE, Lúcia Vânia (PSB-GO) deu parecer favorável. A senadora afirma em seu relatório que é importante buscar fontes alternativas para o financiamento da radiodifusão comunitária. Ela propõe uma emenda para determinar que as rádios passíveis de receber o apoio deverão ter pelo menos 80% da programação de caráter cultural. O objetivo da emenda, explica, é reforçar o papel das emissoras na difusão da cultura.

 

Debates

Na fase de debates os senadores apoiaram a iniciativa. O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) lembrou que já visitou várias emissoras comunitárias no interior do Tocantins e citou as dificuldades enfrentadas por radialistas, voluntários e outros profissionais do setor.

 

— O Tocantins sofre com falta de internet e sequer há TV em alguns lugares. Há localidades em que a troca e a difusão de informações são feitas somente por rádios comunitárias — afirmou.

 

A senadora Simone Tebet destacou a importância das rádios comunitárias, principalmente no interior do Brasil. Ela defende o apoio as rádios para que se mantenham e tenham condições mínimas de trabalho. “Quero parabenizar o autor do projeto, senador Paim, pois essas rádios, em sua maioria, são o único meio de comunicação dessas comunidades”, disse.

 

Tramitação

Depois de passar pela CAE, o texto segue agora para análise da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), que terá decisão final sobre a proposta. Como a CE é presidida por Lúcia Vânia, a senadora Simone Tebet (PMDB-MS) sugeriu que a colega mesma pegue para si a relatoria a fim de que o projeto tramite o mais rápido possível.

 

GOVERNO CORTA PLANO NACIONAL DE OUTORGA

 

O governo Dilma deixou publicado um Plano Nacional de Outorga – PNO – que prevê instalação de emissoras comunitárias em todos os municípios brasileiros até 2019. Depois do Golpe de 2016, o Ministério das Comunicações, que foi transformado em Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações – MCTIC – resolveu descumprir o PNO e não publicar editais para concorrência de forma justa, de entidades habilitadas para gerir as Rádios Comunitárias.

O segundo passo do governo Temer foi reduzir o número de rádios, que ultrapassava 1200 emissoras, na sua maioria para municípios que não tem nenhuma rádio, para um número de 600 rádios – novo PNO até 2019.

Várias entidades estão lutando para tentar resgatar o sentido das rádios comunitárias e ocupar os espaços ocupados por grupos contrários a pluralidade nas emissoras comunitárias. A CONTAG- Confederação Nacional dos Agricultores Familiares – por exemplo, já realizou duas rodas de conversas sobre DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO e IMPLANTAÇÃO DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS, nos estados do Piauí e Rio Grande do Norte, para contribuir com a discussão de defesa das Rádios Comunitárias à serviço das comunidades.

 

CONFIRA SE SEU MUNICÍPIO ESTÁ NA LISTA DO PNO.

Mais INFORMAÇÕES – (62) 98114-0202 ou (83) 99858-0296

 

Com informações da Agência Senado 

PNO-Radcom-2018-2019-01 PNO-Radcom-2018-2019-02PNO-Radcom-2018-2019-02PNO-Radcom-2018-2019-03PNO-Radcom-2018-2019-04PNO-Radcom-2018-2019-05PNO-Radcom-2018-2019-06PNO-Radcom-2018-2019-09PNO-Radcom-2018-2019-10PNO-Radcom-2018-2019-11PNO-Radcom-2018-2019-12PNO-Radcom-2018-2019-13PNO-Radcom-2018-2019-14PNO-Radcom-2018-2019-15PNO-Radcom-2018-2019-16PNO-Radcom-2018-2019-17PNO-Radcom-2018-2019-18PNO-Radcom-2018-2019-19PNO-Radcom-2018-2019-20PNO-Radcom-2018-2019-21PNO-Radcom-2018-2019-22PNO-Radcom-2018-2019-23

CARTA ABERTA ANUNCIA PRÉ CANDIDATURA DE ARTUR BOLINHA NA PB

 

Empresário campinense critica a política tradicional que tornou a PB “terra coronelista”

ARTUR BOLINHA, EMPRESÁRIO CAMPINENSE, É PRÉ CANDIDATO PELO PPS-PB

ARTUR BOLINHA, EMPRESÁRIO CAMPINENSE, É PRÉ CANDIDATO PELO PPS-PB

O empresário José Artur Melo de Almeida – Artur Bolinha – anunciou no começo da semana sua pré candidatura à Deputado Estadual na Paraíba.  Em carta aberta, Artur Bolinha- PPS – diz que “… até pouco tempo atrás essa possibilidade não era sequer cogitada por mim, mas há alguns meses tenho pensado incansavelmente sobre tal assunto. E continua a carta: “Ao observar o cenário dessas eleições percebemos que, apesar da população pedir por mudança na política e reclamar da falta de representatividade nos poderes executivo e legislativo, praticamente os mesmos nomes e as mesmas opções se apresentam. Por isso, decidimos por colocar o nosso nome à disposição como pré-candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba (ALPB).

No documento anunciando a pré candidatura, Artur Bolinha ataca os políticos tradicionais e a prática antiga que, segundo ele, transformou a Paraíba numa “Terra coronelista”.

Depois da Carta Aberta, Artur Bolinha, que já concorreu a prefeitura de Campina Grande, agora vai submeter seu nome a direção do PPS-PB para homologar seu nome  na convenção estadual que irá definir a chapa de deputados estaduais e federal.

 

1 2