BLA BLA BLA

COMENTARISTA DE MERDA

BLA BLA BLA

 

O brasileiro é, por natureza, um especialista. Ele é especialista em tudo sem nunca ter lido um parágrafo sobre nada. Quando eu tinha bom humor, eu admirava a capacidade do brasileiro dar pitaco em assuntos que ele não dominava, pensava até ser uma questão de inteligência.

O amadurecimento e amargor da experiência me fizeram mudar completamente a visão. Hoje, penso ser uma questão de desrespeito, ignorância e soberba. Um bom acordo seria deixar o brasileiro dando aula somente sobre futebol. Falar de corrida espacial, déficit público e genoma humano me parecem um pouco exagerado. De preferência, deveríamos estabelecer a regra de que é proibido receber qualquer remuneração para comentar futebol. É uma questão de justiça.

Eu me esforço muito para não ouvir nem um comentarista de futebol. Não vejo razão para ouvir quem sabe menos ou o mesmo tanto que eu e recebe por isso, mas, em ano de copa do mundo, a gente acaba sendo traído por uma ou outra fala.

Recordo-me do dia em que vi um comentarista desmerecer a condição do Marcelo ser capitão da seleção brasileira pelo fato dele ser muito “espiroqueta”. Prontamente, o colega de bancada questionou afirmando que o comentário era exagerado, desproporcional e que poderia levar a má interpretação por parte dos telespectadores.

Depois de 5 minutos conversando, os dois comentaristas chegaram num acordo de que na verdade o Marcelo era “espirocado” e não “espiroqueta” e que, mesmo com o perfil melhor definido, não deveria ganhar a faixa de capitão.

A riqueza desse debate me trouxe uma analogia que penso ser merecedora desse texto. Percebi que desde que minha filha nasceu, eu e minha esposa somos verdadeiros comentaristas de merda e que nossos comentários sobre o cocô da nossa filha são tão vazios quanto os dos analistas de futebol:

– Como estava o cocô hoje cedo?

– Estava bom, mas poderia ter sido melhor.

Ou

– Você acha que ela poderia ter feito mais cocô hoje?

– Sem dúvida, ela tem potencial para fazer mais. Resta saber qual a razão para o baixo desempenho de hoje.

Aguardo convite das emissoras que se interessem pelo assunto.

 

VISITE O BLOG DO ROMERO ARRUDA

https://romeroarruda.com/

ROMERO ARRUDA ADVOGADO

Romero Arruda é advogado, trabalha com consultoria patrimonial e cultiva este espaço para expor narrativas cotidianas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *