DEUS, ZANDER E AMARILDO

 

Encontrei o jornal “O Popular”, edição do dia 15 de dezembro de 2005. Guardo esse e outros exemplares nos meus arquivos, porque produzi fotos que foram destaques nesse periódico. Mas a edição 18.975, é memorável, pela manchete de capa: “Colegas salvam Amarildo”. Uma matéria produzida por grandes repórteres; Heloísa Lima, Aline Leonardo, Carlos Eduardo Reche e o repórter fotográfico Zuhair Mohamad e com colaboração dos jornalistas Cecília Aires e Rodrigo Hirose.

O elemento em julgamento, o ex-vereador Amarildo Pereira, que na capa do jornal, tem ao seu lado, figuras “ilustres” conhecidas do povo goianiense, e que hoje, nos faz lembrar as mesmas marmotas, durante o pronunciamento de outro elemento que foi preso por denúncias de corrupção na Agência de Meio ambiente de Goiânia, numa operação denominada “Jeitinho”.

Os dois episódios, com diferença apenas de 8 anos, deixa a memória do eleitor apagada, parece até que foi ontem, mas ninguém lembra. Tanto não lembra, que no eixo das denúncias contra o ex-vereador Amarildo Pereira, estava o diretor da Câmara, Zander Fábio, que segundo o então relator do processo,  ex-vereador Humberto Aidar, que diz:  “De acordo com documentos da Receita Federal, há um excesso de R$ 274 mil reais nas contas do vereador que são incompatíveis com sua renda”, e que três cheques, todos acima de R$ 7 mil reais, foram emitidos em favor de Zander Fábio, que era ligado ao esquema de corrupção e foi eleito vereador em 2012, e tomou posse em 2013. É bom lembrar que o rombo promovidos pelos corruptos contra o INSS, ultrapassou R$ 7 milhões de reais

Gente da estirpe de Fábio Sousa, Cida Garcêz, Anselmo Pereira, Giovane Antonio, todos votaram favoráveis as fraudes contra o INSS, promovidas pelo ex-vereador Amarildo Pereira; foram 17 a 16 contra a cassação do vereador corrupto.

Mas se tudo isso não é suficiente para rememorar nossas cabeças, o pior ainda estaria para acontecer em 2008, quando o acusado de corrupção, vencedor na votação dos seus pares, declarou: “Pedi a Deus para fazer a vontade dele. Se Deus me deu esse resultado é porque sabe que não devo”, bradou pecaminosamente o ex-vereador, aos prantos.

No ano que comemoramos 80 anos de Goiânia, uma cidade linda, agradável e com gente honesta e hospitaleira, temos que lembrar os fatos que mancharam a vida política e que foram registrados pelos veículos de comunicação. Por isso, faça uma pesquisa nos seus “guardados” , publique fotos, textos e vídeos rememoram  nossa história, mas não precisa ser nem “oito nem oitenta”.

4 comments

  • Marcus Ferrari

    Acompanho todos os vereadores de nossa capital, e posso afirmar com convicção que estou impressionado com a atuação do vereador zander… Ele tem mostrado que veio mesmo ora ficar. Não votei nele mas acompanhei todo caso e vi também que pode ser candidato. Acho que todos nos temos que ter uma segunda chance e pelo trabalho que tenho visto desse vereador votarei nele nas próximas eleições.

    • admin

      Marcus, discordo da sua posição, mas publico seu comentário. Continuo achando que o CORRUPÇÃO é imperdoável! Continue lendo o BLOG DO PARAHYBA.

  • Marcus Ferrari

    Obrigado!! Sempre leio seu blog mas e o que acho acompanho diariamente os atos dos vereadores e vejo que esse vereador ora citado tem papel de destaque hoje na casa. Os projetos sao de relevância ônibus para trafegar somente com doentes, hospital veterinário , bloco independente tenho gostado e posso dizer de cara limpa pois nao o conheço pessoalmente . Mas admiro vc também por criticar e dar espaço para cidadoes comun como eu.

  • Pingback: A DECADÊNCIA DO PARLAMENTO MUNICIPAL - Blog do Luiz Parahyba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *