19/06/2021
Início CAMPO Pesquisa sobre produção de palma é ampliada na PB

Pesquisa sobre produção de palma é ampliada na PB

 

Projeto beneficia agricultura familiar

 

Agricultores familiares e produtores paraibanos terão, em breve, um banco de palma forrageira. O Programa de Melhoramento Genético da Palma (BAG) teve início em agosto de 2018 na Estação Experimental Pendência, em Soledade-PB (196km da capital) e surgiu a partir da necessidade de criar alternativas para alimentação do rebanho, em períodos de estiagens prolongadas.

O presidente da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiário (Empaer), Nivaldo Magalhães, destacou que devido à importância econômica da cultura, a execução de um programa de melhoramento genético da palma é fundamental para os agricultores familiares da Paraíba.

palma na pb

Segundo o diretor de Pesquisa Agropecuária da Empaer Manoel Antônio de Almeida, o Programa de Melhoramento Genético de Palma se constitui de grande importância para a pecuária da Paraíba e do semiárido brasileiro, “pois irá selecionar e desenvolver novas variedades de palma com resistência à cochonilha do carmim e com maior potencial de produção”. A palma forrageira é a principal planta xerófila cultivada no Nordeste em função de seu potencial de produção, principalmente por ter resistência comprovada à seca, podendo sobreviver e crescer em baixas precipitações.

O programa de pesquisa é composto de 121 tipos de palma forrageira compreendendo 12 espécies, sendo quatro cultivares, 28 variedades forrageiras, 61 frutíferas, 17 destinadas à produção de verdura e 13 clones oriundos de hibridação, cultivo de sementes e seleção de plantas sexuais.

Os genótipos utilizados nas pesquisas foram provenientes da estação experimental Benjamin Maranhão, em Tacima, oriundos da importância na década de 1990 da Universidade de Chapingo no México e do programa de melhoramento genético do IPA, desenvolvido pelo pesquisador Djalma Cordeiro dos Santos. Na Empaer, o programa é desenvolvido pelo pesquisador Isaias Vitorino Batista de Almeida e pela equipe técnica da Estação Experimental Pendência, composta por Thiago Aires Souza, José Pereira do Nascimento e Leonardo Torreão Villarim de Medeiros.

COM INFORMAÇÕES DA SECOM PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

PODCAST faz análise da situação política da saúde no Brasil

80BPM #004 Eduardo Negrão, responde algumas dúvidas, confira:   https://soundcloud.com/radioquintalfm/80-bpm-004 O quarto episódio do Podcast 80BPM  está disponível nas principais plataformas de áudio nesta quarta-feira (21), tais como...

EUROCOPA E COPA AMÉRICA NA RÁDIO QUINTAL – #NA GAVETA

No episódio #006 de Na Gaveta os alunos Júlia Polo e Victor de Godoy abordam as competições continentais Copa América e Eurocopa, e as...

CUITÉ-PB encena  Paixão de Cristo a céu aberto

  Uma parcela da população de Cuité, localizada na região do Curimataú paraibano, está envolvida na produção e realização da principal atração turística da cidade:...

STJ mantem na cadeia pastores que deram golpe de 15 milhões de reais

  Os pastores Alencar Santos Buriti e Osório José Lopes Junior, acusados de estelionato e lavagem de dinheiro na cidade de Goianésia (GO) - cidade...