06/05/2021
Início Posts O massacre do Parque Oeste e a luta do Povo de Deus

O massacre do Parque Oeste e a luta do Povo de Deus

Há 7 anos,  no Parque Oeste Industrial em Goiânia, a PM fecha o cerco contra as famílias de sem teto, e realiza uma operação “inquietação”, com tortura psicológica para começar uma sangrenta operação para desalojar 3,5 mil   famílias. Era 15 de fevereiro de 2005, e eu pergunto: ONDE ESTAVA JESUS CRISTO LIBERTADOR? Do lado de quem o Salvador estava? Dos poderosos ou dos excluídos? Quem estava apoiando os oprimidos e violentados naquela noite? Vejamos!

No dia 16 de fevereiro, o Comando geral da PM, com 2500 militares, recebe autorização para invadir a área e desocupar, com o saldo de vários feridos e duas mortes. As entidades populares e a Igreja Católica de Goiânia, estavam presente, com seus agentes de pastorais e sacerdotes, lutando pelo pobres e oprimidos e defendendo a PAZ!

Frei Marcos Sassatelli e a Irmã Petras, são os primeiros, orientados pelo arcebispo de Goiânia, para lutar, apoiar  e rezar pelos sem teto, inclusive oferecendo teto na Catedral Metropolitana para as famílias desalojadas. Tudo isso parece que foi ontem, mas já se passaram 7 anos, e ainda tem gente na Igreja que faz opção preferencial pelos ricos/opressores.

Não podemos esquecer o massacre do Parque Oeste, e o Frei Marcos disse: “…uma área que, no sentimento religioso do povo, é “amaldiçoada” por Deus e só será “libertada” da maldição divina se for utilizada para o bem comum, e em benefício dos pobres e excluídos da sociedade. Lembrem os responsáveis por essa violação dos Direitos Humanos, praticada com requintes de crueldade, que Deus é justo. Aguardem!”

—————————————————————————————————

ALGUNS FATOS QUE MARCARAM O “POI”

 

12 de maio
Famílias de sem-teto começam a chegar à área (20 a 28 alqueires) e milhares de barracas são espalhadas rapidamente;

9 de setembro
A juíza Grace Corrêa Pereira, da 10ª Vara Cível, concede liminar de reintegração de posse na área ocupada pelos posseiros e dá 20 dias para desocupar os terrenos;

11 de novembro
Secretaria de Segurança Pública diz que precisa de cerca de 40 dias para planejar desocupação e adia retirados sem-teto;

23 de novembro
Ofício encaminhado à SSPJ pela juíza Grace Corrêa determina que o prazo final para desocupação da área é dia 25 de novembro. Secretaria planeja ação, mas não marca data para retirar famílias;

24 de novembro
Polícia anuncia o indiciamento da primeira pessoa acusada de venda ilegal de lotes, SSPJ diz que vai fechar comércio clandestino no local, é encaminhado à Justiça pedido de 45 dias de prazo para cadastrar famílias e começa policiamento ostensivo na área;

1º de dezembro
A juíza Grace Corrêa adia por 23 dias o cumprimento da ordem de despejo das famílias

14 de dezembro
Tribunal de Justiça mantém a decisão da juíza Grace Corrêa, que determinou a saída dos posseiros;

22 de dezembro
A juíza Grace Corrêa prorroga prazo para cadastramento e adia remoção das famílias para o dia 17 de janeiro;

11 de janeiro
Agehab protocola na Justiça pedido de prorrogação do prazo, de mais 20 dias, para o cadastramento das famílias

13 de janeiro
O juiz plantonista da 10ª Vara Cível, Sérgio Divino de Carvalho, nega prorrogação do prazo para cadastramento das famílias e mantém despejo para 17 de janeiro

14 de janeiro
Justiça acata pedido da Procuradoria-Geral do Estado e da SSPJ e adia remoção dos sem-teto para 31 de janeiro

31 de janeiro
Polícia cerca a área, mas não cumpre a ordem de desocupação;

1º de fevereiro
Moradores decidem permanecer na área.

11 de fevereiro
Durante a madrugada, acontece o primeiro confronto entre militares e invasores.

12 de Fevereiro

Depois de pedidos da Igreja e entidades populares para que o Governo evite o confronto, os Sem-teto realizam um ato pela PAZ. O vigário episcopal oeste, Frei Marcos Sassatelli, fala durante o ato e pede que o governo tenha uma solução pacífica;

15 de Fevereiro

Polícia fecha o cerco contra os sem-teto e realiza operação “inquietação”, realizando tortura psicológica durante toda noite, preparando uma operação violenta no dia seguinte;

16 de Fevereiro

Governador autoriza o Comando Geral da PM utilizar 2.500 policiais para retirada dos sem-teto, utilizando cavalaria, choque, cães e muita bomba e munição. A operação começa às 8h e às 11h. Duas mortes: Pedro Nascimento da Silva e de Wagner da Silva Moreira,

17 de Fevereiro

Durante o velório dos dois sem-teto o delegado Carlos Teixeira, manda agentes da Polícia (infiltrados) agir entre os manifestantes que se concentravam na porta da Catedral Metropolitana. Depois de tiros e muita confusão, a polícia saiu do local e a PM cercou o Palácio das Esmeraldas durante o cortejo fúnebre. As crianças e idosos, se alimentaram na Catedral (SPAR) com a solidariedade da Arquidiocese e Casa da Juventude “Pe.Bournier”.

18 de Fevereiro

Casas e barracos da área desocupada, continuam sendo destruídas com os móveis e documentos dos sem-teto ainda dentro dos imóveis. O Governo e a prefeitura de Goiânia, simulam um entendimento para desapropriação da área. O ministro Nilmário Miranda visita a área e recebe relato das entidades e parlamentares;

23 de Fevereiro

Comissão de Parlamentares, Igreja e entidades populares, levam relatório da ação da PM para autoridades em Brasília (Procuradoria da República, CNBB, OAB) e pedem providências e solução para os sem-teto que continuam abrigados em dois ginásios de esportes de Goiânia.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

“NA GAVETA” comenta a taça mais cobiçada do mundo

  ESPORTES: Na GAVETA   – Hoje, 05 de Maio, 13h , na RÁDIO QUINTAL e nas principais plataformas de áudio. No terceiro episódio de “NA GAVETA”,...

“Quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma” (Fernando Pessoa)

        Trecho de Fernando Pessoa, escrito no chão do museu interativo da Língua Portuguesa na Estação da Luz, encanta jovens e...

VISÃO DE MUNDO com 5 assuntos no PODCAST

VISÃO DE MUNDO O seu programa quinzenal de notícias internacionais, o Visão do Mundo, terá seu terceiro episódio lançado hoje (03/05) às 10h da manhã....

Animais no convívio humano da infância a velhice, é tema de Podcast

  O 80BPM é parte do projeto "CÁSPER NO QUINTAL", confira:   O terceiro episódio do Podcast 80BPM chegará às principais plataformas de áudio nesta quarta-feira (05),...